Governo convocará peritos criminais nesta sexta-feira

9 de dezembro de 2019 - 17:29

Com as nomeações, o Governo do Estado aumenta em 62% o efetivo de servidores dos institutos ligados à Coordenadoria Geral de Perícias (Cogerp) da SSP.

O Governo de Sergipe vem transformando a realidade da Coordenadoria Geral de Perícia (Cogerp), órgão ligado a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). Estão sendo investidos R$ 31.757.734,01 em projetos já executados, em processo de execução e para serem postos em execução ainda neste ano. Além disso, foi realizado o primeiro concurso público da história para preenchimento de vagas das carreiras da perícia, aumentando em 62% o quantitativo de servidores dos Institutos que compõem a Cogerp (Médico Legal, Criminalística, Identificação e Análise Criminal e Pesquisa Forense).

Os investimentos passam pela construção, reforma e ampliação de unidades da Cogerp, além de aquisição de equipamentos de informática, mobília, produtos utilizados nos laboratórios, veículos, reagentes, equipamentos para a Criminalística, IML e para a montagem de sete laboratórios (DNA e Toxicologia, Perícia Forense, Química Legal, Entomologia, Informática, Fonética e Biologia) que irão funcionar em um novo prédio de 900 metros quadrados construído dentro do SergipeTec, vizinho a Universidade Federal de Sergipe (UFS), onde irá funcionar o Instituto de Análise Criminal e Pesquisa Forense (IAPF).

“A nossa perícia está em fase de transformação com investimentos em diversos setores, que irão elevar o nível do trabalho, colocando a nossa perícia em igualdade com as melhores perícias do Brasil. São recursos provenientes de convênios com o Governo Federal com a contrapartida do Governo de Sergipe. Dentre os projetos, podemos destacar o concurso público das carreiras da perícia, que faz parte da agenda do Brasil Mais Seguro, e a construção de um novo prédio que irá abrigar o IML e a Criminalística, totalmente equipado com investimento na ordem de R$ 20 milhões”, destacou o secretário da Segurança Pública, Mendonça Prado.

Para o coordenador geral da Cogerp, o perito Adelino Lisboa, a perícia sergipana terá um salto extraordinário de desenvolvimento. “Estamos vivendo uma fase de pagamento de uma dívida antiga com a perícia de Sergipe por parte do atual Governo. Foram anos de esquecimento que serão superados com a nova realidade. Ganha o povo de Sergipe e a segurança pública do nosso Estado, pois teremos equipamentos de ponta, boas estruturas físicas e profissionais preparados que ingressaram pela primeira vez nas carreiras através de concurso público”, comemora Adelino.

 

Novos peritos

Na próxima sexta-feira, 27, acontece a cerimônia de nomeação dos aprovados no 1º concurso público da história das carreiras da perícia. O evento irá acontecer no auditório da Academia de Polícia Civil (Acadepol), às 9h30. Com as nomeações, o Governo do Estado aumenta em 62% o efetivo de servidores dos institutos ligados à Coordenadoria Geral de Perícias (Cogerp) da SSP. Serão convocados 34 novos servidores aprovados no concurso realizado no primeiro semestre de 2014 que irão desenvolver suas funções nos Instituto de Criminalistica, Instituto Médico Legal, Instituto de Identificação e Instituto de Análise e Pesquisa Forense (IAPF).

A ampliação dos quadros de pessoal vai fortalecer a perícia criminal, a produção de provas no inquérito policial e subsidiar a Justiça com provas científicas. Serão nomeados dez (10) Peritos Criminalísticos, cinco (5) Peritos Médico-Legal, um (1) Perito Odonto-Legal, dez (10) Papiloscopistas e oito (8) Agentes Técnico de Necropsia.

Hoje a Cogerp dispõe de nove (9) peritos criminalistas, três papiloscopistas, quatro agentes de necropsia e cinco médico-legistas. A novidade fica por conta da carreira de Perito Odonto-Legal que não existia nos quadros e passará a contar com um profissional. A nomeação dos servidores da Cogerp marca a história da Segurança Pública de Sergipe pelo ineditismo do concurso, que teve provas realizadas em maio de 2014. A Cogerp tem por finalidade a realização das perícias médico-legais e criminalísticas, os serviços de identificação e o desenvolvimento de estudos e pesquisas na área de atuação.

 

Formação

Os profissionais contratados pelo Estado passaram por um treinamento especializado na Academia de Polícia Civil (Acadepol). O curso de formação foi de 240 horas/aula, totalizando 45 dias de treinamento em regime integral.


SEAD - Secretaria de Estado da Administração
Rua Duque de Caxias, 346 - São José - CEP: 49015-320 - Aracaju - SE
Tel: (0xx79)3226-2200 - Fax:(0xx79)3214-0306
Atualizado em: 05/12/2021 13:07:06pm
Horário de Atendimento: 07h às 13h