Governo realiza aula inaugural do Curso de Formação do Concurso da Polícia Civil

9 de dezembro de 2019 - 17:16

“A chegada de novos policiais trará uma boa sensação de segurança, visto a demanda de violência no Estado”, expectativa de Danilo Amado, 29 anos, funcionário público em Tobias Barreto. A expectativa do delegado e diretor da Academia de Polícia Civil, Jocélio Froes: “Formar a melhor turma de Polícia Civil do nosso Estado, ampliando ainda mais a modernização em curso na segurança pública, contribuindo assim, para melhorar a segurança de todos os sergipanos”. A expectativa do aluno do Curso de Formação da Polícia Judiciária, Felipe Gonçalves: “Pretendo desempenhá-la da melhor forma possível, contribuindo, conjuntamente com os novos alunos, para o fortalecimento da polícia civil do Estado de Sergipe”.

 

Foi no clima dessas expectativas, que ocorreu na noite da última sexta-feira, 28, no Teatro Tobias Barreto, a aula inaugural do Curso de Formação para Agentes de Polícia Judiciária e Escrivães Substitutos do Concurso Público da Polícia Civil de Sergipe, que visa contratar de imediato 100 Agentes e 20 Escrivães e terá a duração de quase três meses.
O Secretário de Estado da Segurança Pública, Mendonça Prado, endossou o sentimento. “O Governo vem trabalhando muito para possibilitar fortes investimentos para a Segurança Pública do Estado, para levar mais segurança a todos os sergipanos”, pontuou. O evento marca a abertura da terceira etapa do concurso público, lançado em 2014. A fase eliminatória e classificatória contará com 452 agentes e 55 escrivães, candidatos que permaneceram no certame após a segunda fase eliminatória. O edital previa, inicialmente, a convocação de cinco vezes o número de vagas ofertadas para cada cargo.
Na oportunidade, foram ministradas palestras com os temas ‘Polícia e Estado de Direito’ e ‘Liderança e Motivação’, conduzidas pelo professor doutor Carlos Alberto Menezes; e pelo general do Exército Brasileiro José Luiz Jaborandy, respectivamente.

 

Perfil dos alunos

Com a faixa etária dos candidatos aprovados, entre 21 e 47 anos, representando o título de aluno mais novo do curso de formação, no cargo de Agente, está Felipe Gonçalves, 21 anos, que possui formação em Direito e afirma sempre ter sentido vontade de seguir a carreira policial, sendo este um dos motivos que o conduziu à escolha da graduação.
“A opção pela carreira policial partiu de um desejo individual, porém, após a aprovação, obtive o total apoio dos meus familiares e amigos, os quais torcem muito pelo meu bom desempenho na carreira, independentemente, de ser perigosa ou não. Características minhas, como disciplina e comprometimento contribuirão no exercício da atividade profissional”, mencionou.

Quase 67% dos participantes do curso são homens, seguindo a lógica de uma atividade predominantemente masculina. Entretanto, as mulheres se fazem presentes e prometem dar a parcela de contribuição delas.
A aluna Karen Freire, 30 anos, está na terceira etapa da seleção, pleiteando a vaga de Escrivão Substituto. Com formação também na área de direito, incorporando a fatia dos 60% que possuem essa mesma graduação, ela não acredita que ser mulher ocasione alguma pressão extra. “Lá dentro todos seremos profissionais com o principal objetivo de trazer segurança para a sociedade. Minha expectativa, em relação ao curso, é extrair o melhor conhecimento possível e me tornar uma profissional competente”, afirmou.
Aumento do Efetivo
De acordo com o delegado geral Everton Santos, o efetivo atual da PC está em torno de 1.200 homens. A chegada de 120 novos integrantes implicará em um acréscimo de 10% do efetivo. “Os novos escrivães e agentes serão lotados no interior do Estado. Eles serão subordinados à Coordenadoria de Polícia Civil do Interior e principalmente às delegacias regionais dos grandes centros. Será feito um trabalho de controle da violência aliado ao trabalho preventivo e investigativo da PC, utilizando o gás de uma tropa rejuvenescida, com mais disposição, com vontade de trabalhar e querendo aprender, o que é o mais importante. Estes novos elementos darão uma nova roupagem à polícia judiciária”, ressaltou.
No interior do Estado, área que será beneficiada com a chegada dos novos policiais, o clima de esperança aumenta. De acordo com o agente de trânsito, Danilo Amado, o ingresso de 120 policiais, apesar de pouco, trará a possibilidade de haver mais operadores de segurança pública em prol da sociedade.
Segundo o Delegado-Geral, para atender os anseios da população que serão formados um número de candidatos maior. “Para que no decorrer do tempo possamos cumprir esta lacuna. No momento, serão priorizados o número do edital, mas quando o Estado equilibrar sua saúde financeira a tendência é haver mais convocações”, acrescentou.

 

Curso de formação
Conforme o delegado e diretor da Acedepol, Jocélio Fróes, o curso segue a Matriz Curricular Nacional de Segurança Pública elaborada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça (Senasp/MJ). Sendo assim, todas as disciplinas têm importância, visto que é uma cadeia diferenciada apenas com ângulos correlatos as especificidades de cada cargo.
“Ou seja, no curso de Agentes de Polícia, as disciplinas estarão voltadas para um usuário qualitativo com foco na polícia investigativa. Quanto aos Escrivães, o conteúdo terá como foco a prática cartorária e de arquivologia, posto que é de suma importância para o enriquecimento de informações na realização de inquéritos policiais”, esclareceu o diretor.

 

A equipe docente será formada por profissionais graduados, vindos de diversas esferas institucionais, como Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Ministério Público Estadual, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Defensoria Pública, Procuradoria Geral do Estado, além de docentes de universidades e faculdades do Estado.

 

Na estrutura da Academia, os alunos terão ao dispor biblioteca, museu de armas, estande de tiro, alojamentos, quadra, torre de rapel, sala de informática, salas climatizadas com TV 42″ e projetor; refeitório, auditório, entre outros.

 

Texto: Lidiane Lima – Ascom/SSP

Fotos: Reinaldo Gasparoni e Sivirino Barbosa


SEAD - Secretaria de Estado da Administração
Rua Duque de Caxias, 346 - São José - CEP: 49015-320 - Aracaju - SE
Tel: (0xx79)3226-2200 - Fax:(0xx79)3214-0306
Atualizado em: 08/12/2022 12:21:07pm
Horário de Atendimento: 07h às 13h