Sead realiza campanha de doação de sangue

9 de dezembro de 2019 - 18:10

A Secretaria de Estado da Administração (Sead) realizou hoje (12) durante toda a manhã uma campanha interna, em parceria com o Hemose, para coleta de sangue entre servidores voluntários. O gesto solidário efetivou a adesão do órgão à campanha “Santo de Casa também faz Milagre”, desenvolvida pelo Centro de Hemoterapia.

A Secretaria de Estado da Administração (Sead) realizou hoje (12) durante toda a manhã uma campanha interna, em parceria com o Hemose, para coleta de sangue entre servidores voluntários. O gesto solidário efetivou a adesão do órgão à campanha “Santo de Casa também faz Milagre”, desenvolvida pelo Centro de Hemoterapia.
Diversos gestores e servidores participaram do ato de doação, entre eles o secretário de Estado da Administração Jorge Alberto, o secretário Adjunto José Leite, o presidente do Ipesaúde Vinicius Barbosa e o presidente do Hemose Roberto Gurgel.
A campanha teve o objetivo de conscientizar os próprios colaboradores do órgão, do Governo de Sergipe, de empresas públicas e privadas, além da sociedade em geral sobre a importância do ato de doar sangue para salvar vidas. “A doação de sangue é uma ação de extrema importância. É um simples ato, mas que contribui para salvar vidas. Nesse sentido, a Sead procurou contribuir instituindo uma atividade que estimulasse os servidores e sensibilizasse para a real necessidade do Hemose”, ressalta o Secretário da Administração, Jorge Alberto.
A coleta das doações foi feita pela equipe do Centro de Hemoterapia e Laboratório Central de Saúde Pública (Hemolacen) que iniciou os trabalhos às 8h seguindo até o meio-dia, na sede da própria Sead.

De acordo com a médica Mariamália Andrade, gerente de atividades médicas do Hemolacen, uma das metas da campanha de doação foi estimular a participação de pessoas com sangue fator RH negativo, presente em apenas cerca de 15% da população mundial. “Este é um período de férias escolares, ele é um dos momentos mais críticos para doações, já que muitas famílias viajam e acabam não doando”, disse.
Procedimento
O procedimento para a doação de sangue é muito simples. Depois de passar por uma entrevista que avalia se o voluntário está dentro das condições ideais de doação, é retirada uma bolsa com aproximadamente 450 ml de sangue. Todas as etapas duram cerca de 30 minutos e o doador estará realizando um ato solidário essencial para o tratamento dos pacientes do Instituto. “Todo o material utilizado para a coleta do sangue é descartável e o doador não corre nenhum risco”, comenta a médica. O material coletado ainda passa por exames de doenças com hepatite B e C. Em até 40 dias todas as hemácias já estarão recompostas.
Qualquer pessoa entre 18 e 65 anos, em boas condições de saúde, e que esteja pesando mais de 50 kg pode doar sangue. Os homens podem doar de 2 em 2 meses, até 4 vezes ao ano e as mulheres podem doar de 3 em 3 meses, ou seja até 3 vezes ao ano.
Direitos do doador
O doador voluntário tem direito a um atestado médico que lhe concede um dia de folga no trabalho ou na escola. Doadores regulares são isentos das taxas de inscrições em concursos públicos. Além de ajudar a salvar vidas, quem decide doar sangue tem a oportunidade de passar por uma avaliação médica criteriosa de forma gratuita.


SEAD - Secretaria de Estado da Administração
Rua Duque de Caxias, 346 - São José - CEP: 49015-320 - Aracaju - SE
Tel: (0xx79)3226-2200 - Fax:(0xx79)3214-0306
Atualizado em: 02/12/2021 07:49:36am
Horário de Atendimento: 07h às 13h